Postagens Recentes

Cama Compartilhada

By 10:00 , ,



Apesar dos mais diversos conselhos sobre como fazer o bebe dormir sozinho a cama compartilhada tem ganhado cada vez mais adeptos. O método tras vantagens tanto para o bebe, que se sente seguro com a proximidade física com os pais - já que seu instinto de sobrevivência pede esse contato -, quanto para os pais que ganham algumas horas à mais de sono, o método é também um facilitador para o aleitamento materno, já que a mãe não precisa levantar para amamentar, podendo fazê-lo deitada.
A ideia ainda é muito rejeitada por pediatras que se baseiam no risco de morte súbita e de sufocamento do bebe, entretanto os praticantes e os apoiadores do método afirmam que com o bebe na cama o comportamento noturno dos pais muda, assim mantêm-se sempre alertas e acordam a qualquer movimento do bebe o que pode vir a reduzir a possibilidade da morte súbita.

QUANDO TIRAR A CRIANÇA DA CAMA DOS PAIS

Muitos pais que já praticam a cama compartilhada têm essa dúvida, alguns defendem que a própria criança deve decidir quando dormir sozinha e que isso ocorre naturalmente, outros defendem manter o bebe na cama somente enquanto ele ainda mamar à noite. Mas o melhor momento é quando uma das partes demonstra essa necessidade, a criança dá sinais de que precisa de mais espaço ou um dos pais manifesta o desejo de tirar a criança da cama.
Entretanto é sempre bom lembrar que a transferência da criança para outra cama deve ser feita de forma gradativa, mesmo que o desejo tenha sido expressado pela própria criança, de modo a não gerar traumas que possam vir a interferir no sono da criança futuramente.

DICA PARA PRATICAR A CAMA COMPARTILHADA

A cama compartilhada nunca deve ser praticada se um dos pais beber, fumar ou fizer uso de medicamento que interfira no sono.
Evite o uso de travesseiros muito fofos ou cobertores em excesso
Não use roupas com cordões ou acessórios
Cuide para que o bebe não caia da cama, utilize barras de proteção ou encoste a cama na parede.
Não deixe o bebe deitado no meio da cama entre a mãe e o pai.

A CAMA COMPARTILHADA AQUI EM CASA

Aqui o Gui dorme com a gente praticamente desde que chegamos da maternidade, tentamos por 3 dias deixar ele no berço ao lado da nossa cama, mas meu mole coração de mãe não resistiu à distância e eu logo arrumei um cantinho para ele junto de nós. O fato de ele dormir       juntinho de mim facilitou, e muito, a amamentação e me rendeu umas horinhas à mais de sono. Um pouco antes dele completar um ano o espaço na nossa cama já estava escasso para nós três, então passamos ao processo de transferi-lo para o berço dele, que está sem uma das grades colocado entre nossa cama e a parede, o método para essa transferência era:

 Fazia ele dormir -> colocava no berço -> ele acordava -> trazia para nossa cama e amamentava -> devolvia pro berço.

Fizemos assim durante cerca de três meses e as mamadas noturnas foram diminuindo gradativamente, hoje ele mama somente uma vez durante a noite, por volta das 4h da manhã.

PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A CAMA COMPARTILHADA LEIA:

Cama compartilhada: Os 5 grandes mitos (Blog Paizinho Vírgula)
Cama compartilhada: porque é bom e seguro? (Blog Cientista que virou mãe)


Por hoje é isso, para continuar acompanhando o blog curta nossa página no Facebook. Beijos e até amanhã.

Você também vai gostar de:

0 comentários