Postagens Recentes

Crises de cólica, como sobreviver.

By 11:26 , , , , , , ,



Só quem é mãe sabe o desespero que dá na hora de enfrentar as benditas cólicas, parece que o mundo está acabando e nada do que se faz parece aliviar.
Hoje as dicas são para serem usadas como alivio não farmacológico(sem medicamento) ou em conjunto com a medicação indicada pelo pediatra.
As cólicas começam por volta dos quinze dias e podem se prolongar até os quatro meses. Ocorrem por conta da imaturidade do sistema digestivo do bebe que libera muitos gases durante o processo de digestão e muitas vezes o bebe não consegue eliminá-los.
Mas vamos à parte prática, pois é ela que realmente resolve:

  • CALMA
Quando a crise de cólica começa começa o desespero também, ninguém gosta de ver uma coisinha tão frágil e pequenininha sofrendo, mas é preciso manter a calma, respira dez vezes e se recompor  antes de pegar o bebe. Vale lembrar que o bebe e a mãe tem uma conexão muito forte e sensível, então se você está nervosa seu bebe vai sentir e ficar ainda mais nervoso, é preciso manter a calma para passar segurança para ele.

  • CRIE UM RITUAL
Tudo bem que nos primeiros dias de crise a técnica é testar de tudo pra ver o que funciona, mas o melhor mesmo é criar um ritual para esse momento. Bebes não gostam de ser surpreendidos com muitas coisas diferentes, então quando souber identificar o horário em que a crise começa e qual o melhor método para aliviar a dor faça disso um ritual antes mesmo que os incômodos apareçam.
  • MASSAGEM E EXERCÍCIOS
Massagem na barriguinha em movimentos circulares de cima para baixo e exercícios tipo bicicletinha ajudam a estimular o intestino do bebe ajudando a liberar os gases que ficam presos.

  • COMPRESSAS
Fazer compressa na barriguinha do bebe com uma fraldinha passada à ferro ou uma bolsa de água quente aliviam as dores mas é preciso tomar muito cuidado com a temperatura para não queimar a pele do bebe, prefira por a fraldinha por cima do body ou camisetinha e para a bolsa d'água uma capa serve muito bem.

  • POSIÇÕES CONFORTÁVEIS
Colocar o bebe de bruços sobre os joelhos ou no braço ajudam a aliviar a dor pois exerce pressão na região abdominal do bebe, o uso do sling (wrap) também alivia o desconforto, pois mantém o bebe numa posição favorável à expelir os gases (posição de sapinho)

  • BANHO QUENTE
O banho quente ajuda a relaxar o bebe e assim como a compressa alivia os incômodos, o banho de balde é ainda mais eficiente, pois mantém o bebe numa posição agachada idêntica ao útero e favorável à expelir os gases.

  • CHARUTINHO E SOM DO ÚTERO
Enrrolar o bebe tipo charutinho e colocar o som do útero (videos do youtube ou aplicativos) ou white noses (como o som do secador de cabelo ou do aspirador de pó) ajudam a relaxar o bebe pois remetem ao ambiente intra uterino.

  • MUITO COLO E MAMÁ
O colo passa segurança e aconchego ao bebe o que ajuda à acalmá-lo. Bebes alimentados com fórmulas tendem a ser mais sucetíveis às cólicas, pois os leites artificiais fermentam no estômago e são absorvidos mais lentamente. Oferecer o seio também ajuda a aliviar os desconfortos, pois o ritmo respiratório do bebe durante a mamada movimenta o diafragma e este movimento estimula os músculos abdominais e consequentemente o intestino.

  • ALIMENTAÇÃO
Não há nenhuma conclusão médica sobre a influencia da alimentação materna nas cólicas do bebe, porém muitas mães relatam uma melhora ao parararem de comer alimentos ácidos, gordurosos ou industrializados.

  • SE PRECISO MEDIQUE
Existem milhares de remédios para cólica de bebes no mercado, mas nem por isso deve-se sair testando todos, antes de medicar procure ajuda pediátrica pois só o édico poderá indicar o melhor remédio.

AS CÓLICAS AQUI EM CASA

As cólicas do Gui não duraram muito, mas foram 15 dias muito intensos, não havia tímpanos que aguentassem, tentamos de tudo, mas a unica coisa que resolveu foi o banho de balde. Esquentávamos a água no fogão e colocávamos um sachezinho de chá de camomila, quando a água estava bem amarelinha passávamos para o baldinho (pagamos super baratinho) e temperávamos para ela ficar morninha, enrolávamos um Gui aos berros numa toalha fralda no estilo charutinho e colocávamos no balde, logo que ele entrava na água quentinha já parava de chorar. Apagávamos as luzes e colocávamos a musiquinha Baby lullaby bedtime, no celular,  que encontramos no youtube e plim, um Guigui dormindo dentro do balde. A dor de cabeça era tirar e secar sem acordá-lo. Quando a crise apertava ofereciamos o remedinho indicado pelo pediatra, mas sempre preferimos tentar outras saidas antes de medicar.

Bom meninas, por hoje é isso, aproveitem as dicas e lembrem-se: calma, muita calma. Beijinhos e até mais.

Você também vai gostar de:

0 comentários