Postagens Recentes

Cãozinho estressado, e agora Jusé? D:

By 10:00

Mais um dia começando, e mais um post fresquinho pra vocês!
Pegando carona no post anterior, sobre formas para nós nos desestressarmos, você sabia que seu cãozinho pode se estressar também?

Acredite ou não, o stress não atinge só seres humanos. Nossos companheiros de quatro patas são altamente influenciados por nossa rotina, pelo ambiente em que vivem, e podem estressar também. E assim como pra nós, o stress pode matá-los.

Assim como nos humanos, um animal demonstra sintomas de que algo não está certo, e cabe a nós, seus guardiões, prestarmos atenção e ajudá-los.
Um cão tranquilo pode ficar agitado sem motivo, assim como um cão agitado pode ficar ocioso, preguiçoso demais.
Se seu cãozinho mudou, preste atenção nele!
Os cães tendem a mudar para o extremo de seu comportamento padrão quando estressados.

Além da mudança comportamental, outros sintomas que podem ser causados pelo stress são: musculatura tensa, olhos arregalados e com as veias saltadas, ou apatia. O animal pode ficar horas sem se alimentar, apenas dormindo, sem socializar nem com outros animais, nem com humanos.
Alguns cães também podem latir e uivar sem causa aparente, o que pode ser indicativo de que há algo de errado com eles.

Uma vez identificados os sintomas, é preciso entender como se trata o stress canino.
O primeiro passo para o tratamento é descobrir a causa do stress. Eles podem ficar assim tanto por alguma doença que tenham, alguma mudança drástica no ambiente, ou até mesmo em seu comportamento com eles.
É importante levar em consideração também a personalidade de cada raça. Se você tem um cãozinho mais ativo, é preciso gastar energia com ele, levá-lo pra passear, brincar... Senão ele vai se tornar pouco a pouco um cão desobediente, e eventualmente adoecerá.
Além disso, é bom acalmar também o ambiente. Evitar músicas pesadas em alto volume, filmes ou seriados violentos, porque são coisas que podem estressar o animal. Dar mais atenção, carinho, verificar sempre se ele está feliz.

Se mesmo assim ele continuar mal, procure um veterinário de sua confiança. Ele poderá diagnosticar se não há mais nada fazendo mal ao cão, e também prescrever medicações que possam ajudar.

Uma boa forma de evitar que seu parceiro canino fique estressado é suprir as necessidades diárias dele.
Leve-o para passear mais vezes, brinque com ele dentro de casa mais vezes, chame-o para fazer companhia para ver um filme. Converse com seu cachorro. Por mais que ele não entenda exatamente o que você está falando, conversar com seu animal significa dar atenção a ele.
Lembre-se que assim como você, seu cãozinho tem sentimentos, desejos e anseios. E assim como você, ele pode adoecer.

Seu cãozinho é o seu maior companheiro, e merece ser tratado como tal <3

Candy, a gorda mais linda que viveu felizes 14 anos na família, mas que odiava fotos.
Por hoje é só, pessoal :)
Se curtiram esse post, compartilhem com os amigos, nas redes sociais.
Comentem aqui o que vocês fazem para animar seus animais, nos mandem fotos deles o/

Beijos, e até à próxima!

Você também vai gostar de:

0 comentários